21.8.08

Férias importantes cumó carago! Brrrr


As férias estão a ser óptimas, ainda que pouco assinaláveis do ponto de vista turístico, porque toda a gente sabe que o que (mais) interessa é a companhia, e não tanto o sítio...

Imaginem que já pressentiam uma mudança na vossa vida, que viria aí uma surpresa qualquer, uma reviravolta inesperada. Um sinal que iria determinar as minhas escolhas e o rumo da minha vida, sei lá! Conhecem a sensação? E se a surpresa ainda é maior do que pensavam? E se, num ápice, entendemos finalmente o significado daquela sensação abstracta que nos acompanhava há algum tempo, tal cobra em plena renovação de pele...

E depois ficamos assim, a cismar sobre o sentido da vida, sobre os nossos pressentimentos, sobre as coisas que verdadeiramente desejamos ou nos fazem felizes. E sobre todos os riscos de arriscar. Memorable is good... if in a nice and pleasent way. A porra é que disappointment is also memorable...

Ou seja...

E se, de repente, o homem da nossa vida (até ver!) reaparece, vindo lá sabe Deus de onde, e nos diz para largarmos tudo e irmos morar com ele, lá na cidade grande? E se, coincidentemente, nós já estávamos fartinhas de estar no mesmo sítio? E se, e se, e se? E se corre mal? E se, pelo contrário, correr bem? Nem sei qual das hipóteses me assusta mais... Aliás, sei. As coisas a sério assustam-me muito, e a verdade é mesmo essa.

12.8.08

Fui



Finalmente, finalmente, finalmente!

11.8.08

Está certíssimo, mas...


Imagem daqui

A parte da pobreza já não será tanto assim (I wish...), mas de resto Voltaire era um sábio. E a minha avózinha também: "- A boa vida faz colheres, sabes tu menina?".

Mas nada de exageros, cum carago!

Vá neurónios queridos da dona, um último esforço, ok? Prometo que depois vos levo de férias e durante uns tempos não vão existir consultas, testes, análises comportamentais, valores normativos, relatórios e papeladas para ninguém. Palavra de Celeste.

10.8.08

Welcome back Leonor


Cartoon de Rodolphe Guenoden

Já estavamos com saudades das tuas (sábias!) loucuras. Agora que moras num Credo como o meu, aposto que nos vais brindar com muitos mais textos fantásticos, tu que és uma das melhores produtoras de posts cómicos da blogosfera portuguesa.

Gosto de ti pá, és cá das minhas. És lúcida e honesta, coisa que, por ser angustiante, é disfarçado com um sentido de humor fora se série. Já te disse que o sentido de humor anda associado à inteligência? Ah pois é, existem imensos estudos que o confirmam.

Quanto ao resto, só tenho a dizer que foi um mimo ver-te ali, no meio de uma quintita de celebridades (ou seria uma quinta de celebridezitas?), marcando a tua posição de pessoa do povo, e levando a melhor. E os gajos então, (pffff!) ai e tal, esta dança no varão, vai ser aúúúaúúú... festa, festa! Bem que se enganaram, os palermas, era ali um respeitinho com a La Sousa que sei lá!

Gosto pá, que mais posso eu dizer. És um orgulho para a minha condição de mulher independente, e especialmente de ser humano que faz questão de se pautar pela integridade.

E foi com espanto e uma certa pontinha de orgulho que li, lá no teu tasco, uma descrição da minha pessoa como sendo uma mulher de opiniões invulgares. Valeu cara! Mesmo.


Nota de Redacção: Olha que, pelas minhas experiências de vida universitária, CB é um dos grandes manicómios deste país, já por si só um grande Júlio de Matos. Não sei será bom ou mau, mas cá fica a partilha. Grandes varadas amiga, grandes varadas!

5.8.08

Grão a grão...




You Have Low Self Esteem 28% of the Time



Generally, you feel pretty darn great about who you are, even when you mess up or fail.

Occasionally, a huge setback will make you question yourself, but you pick yourself up quickly.

4.8.08

É pá...


Imagem daqui

Alguém me explica o que vem a ser isso do canal horeca? É que passei os olhos pelo Expresso Emprego e fiquei com esta dúvida. Again... (loooura!)

E depois só me vêm coisas parvas à cabeça...


- Então? Andeca!
- Nãã, ainda não está na minha horeca.
- Ai ca granda seca!
- Olhe que leva na par#@a.
- Oh faneeeeca!!!


Nota de Redacção 1: Coisas complicadas que o animal homem inventa... E para fazer o mesmíssimo que os outros, tss, tss...

Nota de Redacção 2: Preciso MESMO de férias.


1.8.08

E se vos disser?


Imagem daqui

Que estou muito cansada.

Que estou farta de ter a minha vida (muito) condicionada por questões financeiras.

Que estou farta do Credo e de ser evangelizada à força.

Que estou danada com o IEFP por não dar resposta ao projecto da empresa, vai já para sete meses.

Que já não aguento trabalhos temporários, os recibos verdes e não ter direito a nadinha.

Que estou aqui, estou a mandar a psicologia às urtigas, mais aos governantes que deixam abrir 1356 cursos da mesma licenciatura.

Também não há mais nada, bem sei...

Será tarde demais para ser puta?

Hum... para isso não tenho coragem.

Talvez imigrar.

Sei lá!