11.9.08

Dúvida supééé-existencial


Há pouco passei a tv pela Sic e estava a dar uma tourada da Caras, em directo do Campo Pequeno. E fiquei a magicar com os meus botões... Mas que raio faziam as vacas sentadadinhas na bancada, hein?

E já agora, embora respeite as pessoas que estavam sentadas ao pé delas, o que eu acho das touradas é isto:


Nota de Redacção: Desculpa lá, ó Ju...

10 comentários:

Sofia disse...

Este mundo anda mesmo às avessas... as vacas nas bancadas, os toiros à solta, os burros no governo e os espertos sempre lixados!!!

À pouco vim da urgência de um hospital e fiquei sem saber quem estava mais doente: os doentes ou os auxiliares.

Estava lá uma auxiliar meio anestesiada estilo xanax, que arrastava os pés e fez, enquanto lá estive, mais de 20 vezes o percurso entre a sala de análises e o laboratório... sempre com os tubinhos na palete em punho e com um ar bovídeo a definhar!

Se a saúde está tão doente assim, então estamos mesmo a tocar no fundo do poço...

Alf disse...

Na rapariga da foto eu também era gajo para espetar uma farpa...

Francisco disse...

Apoiado Celeste!

Tourada é mesmo uma crueldade, não posso com isso nem um bocadinho...

Lady Oh my God! disse...

"vacas sentadinhas na bancada"

Muito bom!
Odeio de morte essa fantuchada que nem me consigo expressar convenientemente.

Na verdade, queria que algo de muito mau e grave acontecesse a essas vacas e bois de bancada.

Celeste disse...

Sofia,
Espero que não seja nada grave! Sabes que a vida desses auxiliares, ainda mais em cidades grandes e com a crise que está, não deve ser nada fácil... vidas!

Beiji** :)



Alf,
Ai que Nani é que te espeta uma galhata! :D

Beiji*



Francisco,
A mim não me apanham numa, é garantido!

Beiji*** e boa sorte ;)



Lady OMD,
Eu falei em vacas por serem aquelas do costume, em carne e osso! As das páginas da Caras e companhia.

Não gosto de touradas, acho uma coisa mórbida e feia. Mas respeito as pessoas que nasceram no meio dessa cultura e, por isso, convivem com aquilo com naturalidade- e que não se espavoneiem na Caras, claro. Mesmo não concordando nada.

É assim mais ou menos como comer morcelas porque não ter visto como são feitas. E agora que vi (CREDO senhores!)... passado uns dias comecei a comer outra vez, pronto! Como-as desde pequena, e mesmo sendo nojento, já estou habituada. :D

Beiji****

Fases como a Lua disse...

Adorei a parte das vacas sentadas. Quaisque'te vi a dizer isso!!!

Para mim... touros, só na garraiada e naquela parte da malta andar a brincar com o bicho. Tudo o resto, já se sabe... "Touro, amigo! A malta está contigo!!!"

diogo disse...

Desculpem-me, mas sou politicamente incorrecta: adoro corridas de toiros. O que vale é que por enquanto há espaço para todos neste planeta.

Bjs e obg pela visita.

Mad disse...

(o "diogo" ali de cima sou eu)

Celeste disse...

Mad,
Concordo e respeito. Se toda a gente gostasse do azul, o que seria do amarelinho? É ou não é?

A cultura ribatejana é muito própria (e encantadora, eu acho!), e é como eu disse das morcelas. Se a Mad tivesse crescido num sítio sem praças de touros, ou sequer touros (só assim parelhas de bois e tal), teria provavelmente outra opinião. Digo eu! :)

Beiji**
PS: As vacas eram exclusivamente as Titááás, Didááás e Bábáááá que por lá se mostravam...

Celeste disse...

Mix,
Já te disse que continuas a ser a gaja MAIS PORREIRA que conheço, já, já?!

:)
Beiji****