10.9.08

Voltas e voltas


De modos que a vida é assim, tal e qual. Voltas e reviravoltas, aprendizagens e auto-conhecimento. Sou uma crente na arte de nos irmos confrontando connosco mesmos, convivendo alegremente com o nosso diálogo interno, que aos poucos vai deixa de ser incómodo. Traz-nos maturidade e (alguma) tranquilidade. E inferioriza os medos... coitados!

E, além do mais, tudo vale a pena se a alma não é pequena. E a idade não é (demasiado) grande.

Nota de Redacção: Então porque raio é que eu continuo a sentir este apertozinho?

2 comentários:

Fases como a Lua disse...

Ah e tal... Falam, falam, falam, falam... mas não dizem nada! E eu percebo-te tãããão bem!!! (Porque será?!)

Paula disse...

Acho que o apertozinho que sentimos no estômago de vez em quando, é da velocidade da viagem!
Mas acho que tens toda a razão!
:)
Bjs!