11.3.08

Tá doido ou quê?!


"A manipulação genética, o uso de drogas, a desigualdade social e a poluição ambiental estão entre os novos pecados capitais pelos quais os cristãos devem pedir perdão, segundo a nova lista apresentada pela Santa Sé.

O Vaticano atualizou a lista de pecados capitais para adaptá-la à "realidade da globalização".

Os novos pecados capitais - merecedores de condenação segundo a Igreja Católica - serão agregados aos anteriores: gula, luxúria, avareza, ira, soberba, vaidade e preguiça.

Publicada no domingo no jornal do Vaticano, Osservatore Romano, a lista foi divulgada depois do Papa Bento XVI ter denunciado a "queda do sentimento de pecado no mundo secularizado", como causa da redução no número de católicos que praticam a confissão."
Aqui

É... e assim hás-de ter cá uma sorte! Até Deus, em Divina Pessoa, se deve ter rebolado a rir com a lata desta gente em pleno séc. XXI...

8 comentários:

Fases como a Lua disse...

É por estas e por outras, que sou cada vez mais herege.
Para esse papa com cara de nazi, só tenho 3 palavras - Hospital Sobral Cid.

Hydrargirum disse...

LOL LOL LOL

QUE RIDICULO....

desigualdade social????...quem comete o pecado, o rico ou o pobre?....

Manipulação genética é pecado?...

Pfff.... E a estupidez humana, não é pecado?...

Ai...vês como eu te dizia...que se pudesse distribuia estalos a torto e a direito?????....

Vês. vês:)))))

Jinhos:)

Celeste disse...

Mix,
Ou Magalhães Lemos, ou Júlio de Matos, ou Abravezes... ele há escolha! :)

Ai amiga, e eu luto para permanecer crente nas palavras de Jesus, que esse era um bacano e não tem culpa nenhuma desta palhaçada.

Beiji**


Hydramix,
Se bem conheço o Vaticano e a sua tradição, ele é gajo para ser o pobre.

E já estou mesmo a ver na confissão:

"Sr. padre, cometi vários pacados gravíssimos que muito ofenderama Deus: Deitei um jornal no lixo normal, atirei uma beata para o passeio e deixei uma lata de superbock no recinto do concerto. Aaaah, e falando nisso, também fumei uma ganza..."

:/

Beiji** :)

vincent vega disse...

bem, pelo menos beber uns canecos com a rapaziada amiga até cair de borco não é pecado. estou mais descansado. assim posso manter o cristianismo entre as possiveis religiões a adoptar no caso de um destes dias me passar qualquer coisinha má pela cabeça.

Francisco disse...

Não querendo ser chato (mas já a ser :D), escrevo só para esclarecer que o Cristianismo não é uma religião!

Isto a propósito do comentário do Vicent Vega "assim posso manter o cristianismo entre as possiveis religiões a adoptar no caso(...)".

Existem Religiões e Filosofias Cristãs, mas o ser cristão não é vinculativo a pertencer a nenhuma delas.

No nosso contexto social de maioria católica é usual as pessoas confundirem catolicismo com cristianismo, até porque o discurso da igreja católica confunde os dois termos (propositadamente?!).

Ser cristão é seguir os conceitos morais que Jesus defendeu.

Ora como Jesus não criou nenhuma religião (embora algumas esgrimam argumentos a defender o contrário), pode-se ser cristão sem ter nenhuma religião (olha rimei!!).

Só isso :)

Abraços.

p.s. Eu não sou católico, mas sou cristão hehehehehe

vincent vega disse...

bom, então aí vai a minha versão dos factos.
sendo que dizem que deus é só um (judeu ou cristão ou outro que isto é tipo catálogo do ikea) e que jesus é filho dele, o que muda aqui é uma questão de mães, porque de resto é tudo familia.
ou seja, é mais ou menos como dizer "sou amigo da familia silva, mas não vou á bola com os antunes" embora os silvas possam ainda ter no nome "paiva", tipo "paiva da silva", pertencendo portanto também à familia dos paivas.
acho que é uma explicação bastante credivel.

Celeste disse...

Dr. Francisco e Dr. Vega,

Não vos conhecia tão sábios em Teologia! :)

Quanto às minis, vamos lá ver se o alcóol não é considerado droga (que de facto é!), mas talvez não porque os padres esta também usam...

Ah, mas é favor reciclar as garrafinhas no final da patuscada, ok?

Beiji** :)

leonorsousa disse...

Também fiquei estupefacta com esta notícia. É, no mínimo, irónico que o Estado mais rico do Mundo, considere pecado "tornar-se extremamente rico". Não estou a inventar: http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/03/080310_novopecado_np.shtml